Fique de olho nas finanças!

3 ERROS FINANCEIROS QUE ATRAPALHAM A VIDA

Quando suas contas e finanças estão atrapalhadas o caminho mais fácil é procurar culpados. A economia e o país que não vão bem, seu salário que não é suficiente, sua família que não economiza. Que tal começar a questionar o que você pode fazer para não passar mais sufoco? Listamos 3 erros financeiros que atrapalham a vida e que muitas de nós cometemos sem nem nos dar conta. Lembre-se que você é responsável pela forma como investe seu dinheiro e que o sucesso ou fracasso dependem das suas atitudes. Espia nossas dicas e saia agora mesmo desse atrapalho.

 

  1. NÃO PENSAR A LONGO PRAZO

É muito comum usarmos nosso dinheiro para pagar as contas e resolver questões imediatas. Porém, a situação financeira que você tem hoje pode não ser a mesma de amanhã. Nunca sabemos quando um imprevisto pode bater em nossa porta e vale a pena estarmos sempre preparadas. O ideal é ter um fundo reserva para não ser pega de surpresa.

Especialistas acreditam que uma poupança bacana precisa conter 6 vezes o valor do seu salário atual. Se isso parece estar muito longe da sua realidade atual, não se desespere. Economizar dinheiro é algo que vamos aprendendo aos poucos, guardando todo mês uma parte da nossa renda. Experimente separar de 10 a 30% do seu ordenado mensalmente. Deixe de lado alguns supérfluos caso seja necessário. Se for disciplinada, em pouco tempo terá uma reserva bacana e mais tranquilidade a longo prazo.

  1. GASTAR MAIS DO QUE GANHA

Sabemos que nós, mulheres, somos mais suscetíveis a comprar por impulso. Isso faz com que compremos mais do que realmente precisamos, seja no supermercado, seja no shopping. Nesse sentido, parcelar nossas compras pode ser uma grande armadilha, porque faz com que gastemos mais do que ganhamos e nos endividemos sem nem perceber.

O ideal é afastar a tentação e ser mais prática. Faça as contas do quanto ganha e do quanto deve no cartão de crédito ou crediários. Liquide suas dívidas antes de voltar a comprar novamente. Coloque limites em você mesma, separando uma porcentagem para roupas, mimos ou lazer. Por mais que seja difícil no começo, é essa disciplina que vai fazer com que sua vida prospere e você pare de gastar mais do que ganha.

  1. SE AFUNDAR NO PRÓPRIO NEGÓCIO

Você finalmente decidiu parar de trabalhar para os outros e assumir a revenda de roupas como seu próprio negócio. Que legal, parabéns! Porém, para se dar bem nessa empreitada você precisa começar a se aprimorar como administradora também. Saber o quanto tem para investir, fazer as contas do quanto precisa vender por mês, estudar as formas de pagamento e descontos que pode dar. É importante estar sempre estudando e aprendendo a administrar bem seu dinheiro e negócio para não ver seu sonho afundar.

 

Seja uma revendedora Colmeia!

Se você quer um negócio lucrativo para trabalhar no conforto do seu lar, então revender Colmeia (compre aqui!) é uma excelente opção. A marca é a número 1 em moda jovem do Norte e Nordeste, com coleções atualizadas com as últimas tendências da moda e uma excelente aceitação pelo público feminino.

Para fazer parte do nosso time e se tornar uma de nossas revendedoras, você pode fazer seu cadastro pela internet e comprar todas as suas peças pelo nosso site. Isso é muito mais comodidade e tempo para você! Além disso, nas compras acima de R$1.000,00, você não paga o frete.

Somos uma marca antenada com a moda com 24 anos de história pra contar. Nossa missão é oferecer aos nossos clientes o melhor do produto do mercado, mais fashion, com originalidade e variedade única.

Share:

Leave a reply