Para alcançar o sucesso!

INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA: APRENDA COMO VIRAR MEI

A independência financeira da mulher é vista como uma meta a ser cumprida por diversos países. Empoderar a mulher e criar condições para que ela desenvolva seus talentos e tenha sua própria renda é fundamental. E, faz parte, inclusive, de programas de combate a violência doméstica. Uma mulher independente e dona de si ganha força e pode fazer escolhas sem precisar ficar presa em um relacionamento abusivo.

Com a criação do MEI – Microempreendedor Individual, em 2009, as mulheres (e homens também) passaram a ter uma forma fácil e rápida para criar seus negócios de forma legalizada. O MEI é destinado a pessoas que trabalham por conta própria. Se legalizam como pequenos empresários, com carga tributária mais baixa e acesso a benefícios como a Previdência Social.

Para virar MEI, basta fazer um cadastro bem fácil no site. Em poucos minutos, você consegue o seu Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). E, fica mais simples abrir uma conta no banco para sua empresa, emitir notas fiscais e buscar empréstimos.

Apesar da facilidade, existem algumas regras a seguir. Esta categoria não pode ter faturamento acima de R$ 81 mil por ano. Além disso, a lei não permite que você tenha várias empresas ao mesmo tempo. Em geral, o MEI trabalha sozinho. Mas ele pode ter um empregado que recebe um salário mínimo ou o piso da categoria.

O MEI automaticamente é enquadrado no Simples Nacional, um regime tributário simplificado que reúne oito impostos em uma mesma alíquota, e não precisa pagar os tributos federais, como Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL. O empreendedor paga apenas um valor fixo mensal que varia entre R$48,70 a R$53,70.

Com essas contribuições, o novo empresário terá acesso a benefícios como auxílio-maternidade, auxílio-doença e aposentadoria, por exemplo. Todo ano os valores mudam e os boletos mensais devem ser emitidos no Portal do Empreendedor. Quase metade dos microempreendedores tem um estabelecimento fixo para trabalhar, mas muitos ainda usam a própria casa. Antes de começar seu negócio em casa, verifique na prefeitura se a atividade é permitida no seu endereço e peça um alvará de funcionamento.

Com informações do site Pequenas Empresas, Grandes Negócios

 

Seja uma revendedora Colmeia!

Se você quer um negócio lucrativo para trabalhar no conforto do seu lar, então revender Colmeia (compre aqui!) é uma excelente opção. A marca é a número 1 em moda jovem do Norte e Nordeste, com coleções atualizadas com as últimas tendências da moda e uma excelente aceitação pelo público feminino.

Para fazer parte do nosso time e se tornar uma de nossas revendedoras, você pode fazer seu cadastro pela internet e comprar todas as suas peças pelo nosso site. Isso é muito mais comodidade e tempo para você! Além disso, nas compras acima de R$1.000,00, você não paga o frete.

Somos uma marca antenada com a moda com 24 anos de história pra contar. Nossa missão é oferecer aos nossos clientes o melhor do produto do mercado, mais fashion, com originalidade e variedade única.

Share:

Leave a reply