dicas para revendedorasSem categoria

Marketing Sensorial – Coloque os cinco sentidos para funcionar e aumente suas vendas!

Todo cliente precisa ser instigado. Além da qualidade das peças e da credibilidade da marca, um bom vendedor deve conquistar a clientela apostando no que chama mais a atenção.

É muito comum o consumidor se sentir atraído por uma vitrine chamativa, pela composição dos manequins e simpatia do vendedor, por exemplo. Já quando entramos na loja, observamos desde a iluminação até a sonorização.

Pensando em te ajudar, a Colmeia ensina você a trabalhar os cinco sentidos a seu favor. Você verá como que o movimento na sua loja irá mudar se apostar no tato, na visão, na audição, no paladar e no olfato. Confira as dicas de marketing sensorial e boas vendas!

marketing sensorial colmeia 3

 

Visão

No comercio, um dos sentidos mais trabalhados é a visão. Para chamar atenção do cliente a loja deve apostar em uma vitrine atrativa, uma vez que ela é o primeiro contato entre a marca e o consumidor.

Uma bela vitrine não só instiga o cliente a visitar o interior do estabelecimento como, também, transmite a identidade da marca e o seu posicionamento. No mercado, existem diversos tipos de vitrines: temáticas, fechadas, abertas no fundo, de quina ou esquina.

A iluminação é também fator primordial na arrumação de uma vitrine, assim como no interior da loja, pois deve transmitir conforto visual, valorizar o ambiente, as peças expostas e, ainda, dar sensação de aconchego.

Atente-se ainda a limpeza do ambiente, mantendo as paredes pintadas e o chão bem conservado. Dê preferência por tonalidades neutras, que dão sensação de bem-estar e cuidado com o local.

Para finalizar, aposte na decoração. No interior da loja, além de cortinas nos provadores, cadeiras, poltronas ou pufes confortáveis, que permitam ao cliente sentar-se ou descansar a bolsa, aposte também em peças que se identificam com a marca.

Luminárias ou abajures, quadros, espelhos, plantas e mesinhas com vasos de flores são apenas algumas opções. Já para as vitrines, invista em objetos que combinam com o tema da coleção atual.

 

Olfato

Trate a loja como se fosse uma extensão da sua casa. Quando pensamos em nosso lar, logo nos remetemos ao cheirinho de casa limpa. Correto? Então, a loja também deve ter um aroma próprio.

O ideal é escolher uma fragrância que combine com o estilo da marca. Existem empresas especializadas na produção dessas fragrâncias, criando um perfume exclusivo para sua marca.

Com ele em mãos, borrife um pouco pelo interior na loja sempre que abrir o estabelecimento. Outra dica bacana é fazer o mesmo com as peças que forem sendo vendidas.

Antes, não se esqueça de perguntar a cliente se ela não se importa que borrife um pouquinho do perfume na bolsa onde irá colocar as roupas. Isso irá demonstrar o carinho e a atenção que você tem com a clientela.

Além disso, irá também ajudá-la a fortalecer ainda mais a identidade da marca, pois sempre que a cliente sentir o aroma vai lembrar-se da loja e ficar com vontade de voltar.

 

Audição     

Já reparou em como os sons estão sempre presentes na nossa vida? Pode ser o canto dos pássaros, o balanço das folhas de uma árvore, o som das ondas do mar e, até, o barulho do trânsito.

Tudo chama a nossa atenção, assim como ouvir aquela música bacana que nos lembra bons momentos. Do contrário, trilhas sonoras de filmes e novelas não fariam tanto sucesso. Então, invista em um som ambiente para o interior da sua loja.

Escolha músicas agradáveis, com melodia relaxante, que combina com a sua marca e o seu público alvo. Aproveite também cada coleção para criar uma playlist que combine com a marca e, ainda, embale a coleção vigente.

Assim como ocorre com o aroma, o som também acaba fortalecendo ainda mais a identidade da sua marca, pois a clientela sabe que no interior da loja há uma música capaz de deixá-la à vontade para fazer suas compras com calma.

 

Tato

Todo cliente gosta de tocar o que pretende comprar. Notar a textura e qualidade do tecido. Provar a peça, sentir a maciez na pele. Experimentar as roupas, comprovar o caimento no corpo.

Por isso, quando for organizar sua loja é muito importante pensar também em como você fará a exposição das peças que pretende vender, tanto na vitrine quanto em cabides no interior do estabelecimento.

As vitrines abertas nas laterais permitem que o cliente se aproxime e sinta a textura do tecido. Isso é legal porque, às vezes, olhar apenas de fora não dá a extensão exata do material de confecção.

Já na parte interior da loja, a dica é usar araras com peças separadas por tonalidades ou modelos. Por exemplo, mantenha uma apenas com vestidos lisos, outra com vestidos estampados ou de festas, e, assim, sucessivamente.

Os shorts, bermudas e saias podem permanecer nos cabides, nas araras. Já as calças ficam melhor quando dobradas em prateleiras, assim como as T-shirts ou blusinhas de malha fria, evitando que se amarrotem.

Evite ainda o excesso de peças em uma mesma arara. O cliente precisa ter liberdade para movimentá-las. Do contrário, com a arara “superlotada” fica difícil observar todas as roupas expostas e, ainda, corre o risco de alguma peça cair no chão.

 

Paladar

O paladar pode ser trabalhado de duas formas. Quando recebemos uma visita em casa, é costume oferecer uma água ou café. Uma das medidas que você pode tomar na sua loja é fazer o mesmo.

Espere alguns minutos, se aproxime da cliente e pergunte se ela aceita um cafezinho ou uma água. Isso fará com que ela se sinta acolhida por você, criando um ambiente mais acessível.

Você pode manter reservado também alguns biscoitinhos amanteigados, que podem acompanhar a xícara de café. Colocar duas ou três unidades dá um ar de cuidado e carinho com o cliente.

Outra dica é manter uma bomboniere de vidro em cima do balcão da loja com balinhas, que podem ser sabor café, iogurte ou algo mais refrescante como hortelã, por exemplo.

Deixe a cliente a vontade para se servir ou presenteie-a na saída, quando ela já tiver finalizado a compra e se preparando para ir embora. Inclusive, a balinha pode vir junto com um cartão do estabelecimento.

Outra forma de trabalhar o paladar é aproveitar o lançamento de uma nova coleção realizando um coquetel ou coffee brake. No cardápio, além de água, café, sucos e chás, outros itens que combinam com o tema.

Por exemplo, para uma coleção Primavera/Verão ou com o tema “Flores” (confira aqui a coleção), como a que foi lançada recentemente pela Colmeia, monte uma mesa de frios. Ofereça também picolés, salada de frutas e mousses de sobremesa.

Abuse dos coquetéis e sucos bem coloridos, enfeite os copos com detalhes que remetem ao tema. Monte uma mesa bem colorida e chamativa. Use a criatividade e mantenha-se próxima da clientela!

 

Some essas dicas as dicas de como montar um vitrine de sucesso que já demos aqui e dispare nas vendas com Colmeia (clique aqui para acessar a loja virtual)!

 

Seja uma revendedora Colmeia

Se você quer um negócio lucrativo para trabalhar no conforto do seu lar, então revender Colmeia é uma excelente opção. A marca é a número 1 em moda jovem do Norte e Nordeste, com coleções atualizadas com as últimas tendências da moda e uma excelente aceitação pelo público feminino.

Para fazer parte do nosso time e se tornar uma de nossas revendedoras, você pode fazer seu cadastro pela internet e comprar todas as suas peças pelo nosso site. Isso é muito mais comodidade e tempo para você! Além disso, nas compras acima de R$1.000,00, você não paga o frete.

Confira nossa coleção e alcance sua independência financeira, basta clicar aqui!

Somos uma marca antenada com a moda com 24 anos de história pra contar. Nossa missão é oferecer aos nossos clientes o melhor do produto do mercado, mais fashion, com originalidade e variedade única.

Share:

Leave a reply